PERSONAGEM HISTÓRICO: “Rabi Eliezer Ben Horkenus”

PERSONAGEM HISTÓRICO: “Rabi Eliezer Ben Horkenus”

“Rabi Eliezer Ben Horkenus”

À cerca de dois mil anos atrás, vivia em Israel, um rico fazendeiro judeu. Horkenus era o seu nome. Ele nunca estudou a Torá e não achava necessário que seus filhos o fizessem. Em vez disso, todos trabalhavam arduamente em seus campos. Eliezer era o filho mais forte de todos. Por isso ele assumia as funções que exigiam mais força. Certa vez, Eliezer foi pego chorando no meio do trabalho. Hurkenos achou que o trabalho era demais para o rapaz, então lhe liberou a ocupar cargos menos cansativos. No dia seguinte Eliezer estava chorando novamente. O pai sentou-se a conversar com ele e Eliezer disse: “Não fique bravo pai, mas a minha vontade é ir estudar Torá na Yeshivá de Rabi Yochanan Ben Zakkai em Jerusalém”. O pai não gostou. Torá não era uma opção para ele. Enfurecido, puniu o filho com trabalho árduo no dia seguinte. No fim do dia, Eliezer fugiu de casa. Ele não tinha mantimentos nem dinheiro. Mas sua força de vontade, era intensa. No caminho ele mascava folhas e terra para acalmar a fome.
Em Jerusalém todos sabiam onde era a Yeshivá. Ele sentou-se num canto e tentou entender a aula, mas o nível era alto e ele não compreendia nada. As suas lágrimas rolavam quando Rabi Yochanan se aproximou a ele e perguntou pela causa de sua tristeza. Ao ouvir que o rapaz deseja conhecer a Torá, Rabi Yochanan se prontificou a ensinar-lhe pessoalmente, pois viu sua intensa e pura vontade. Rapidamente os demais alunos puderam testemunhar o seu progresso veloz. Sua dedicação era imbatível e tudo o que aprendia, ele sentava e decorava por horas até não esquecer mais.
Após oito dias, Rabi Yochanan sentiu que a boca de Eliezer exalava um cheiro estranho, semlhante ao cheiro de pessoa esfomeada. Logo ele foi averiguar se seu aluno tem o que comer. Na casa onde Eliezer se hospedava, a dona da casa disse que sua comida estava num saco em seu quarto. Os emissários de Rabi Yochanan abriram o saco e descobriram que estava cheio de terra. Rabi Yochanan se emocionou muito com o sacrifício de Eliezer e o abençoou que assim como sua boca exalava um odor desagradável, que ela possa pronunciar preciosas palavras de Torá. A partir de então, Eliezer foi convidado a se alimentar na própria casa do Rabino.
Passado algum tempo, Eliezer tornou-se um sábio famoso.
Anos mais tarde, Rabi Yoachanan estava dirigindo um grande evento festivo. Sua casa estava repleta de convidados importantes e grandes sábios. De repente, entrou um homem desconhecido. Rabi Yochanan percebeu que era Hurkenos, o pai de Eliezer. Logo pediu que o homem sentasse entre os convidados mais importantes e ordenou um aluno a proferir algumas palavras num tema de Torá. Hurkenos ficou abalado com o súbito respeito. Mas logo percebeu que o jovem que estava falando era nada menos que seu próprio filho desaparecido. O discurso era sensacional e todos os presentes estavam maravilhados com as descobertas de Eliezer. No final, Rabi Yochanan beijou Eliezer e lhe disse: “Que sua capacidade cresça sempre – Rabi Eliezer filho de Hurkenos”. E se virou ao público dizendo: “Meu aluno Eliezer é um reservatório perfeitamente vedado, sua memória não perde nenhuma gota de informação! Mesmo que coloquemos todos os sábios de Israel de um lado de uma balança, e Eliezer filho de Hurkenos do outro lado, sua sabedoria pesaria mais que a de todos os outros!”
Hurkenos ficou tão feliz e tão surpreso, que pediu a palavra: “Meus mestres, eu sou o pai de Rabi Eliezer. Vim aqui para me queixar dele por ter me largado. Eu quis deserdar ele de todos os meus bens e repassá-los aos seus irmãos. Porém estou tão feliz que tenho um filho assim, que agora eu digo: Eliezer meu filho querido, todos os meus tesouros, meus bens, quero dar de presente só para ti.”
Ao que Rabi Eliezer respondeu: “Querido pai, lhe agradeço muito pelo seu presente. Mas não desejo bens materiais. Se eu quisesse ter ouro e prata, eu pediria a D-us que Ele me daria. Mas eu só quero mergulhar na Torá. Querido pai, dê os teus bens a meus irmãos, pois eu só quero me dedicar a Torá toda a minha vida.”
Rabi Eliezer tornou-se o mestre de todo o povo de Israel. Seu nome se tornou “Rabi Eliezer, o Grande”, era aluno de Rabi Yochanan Ben Zakkai e mestre do famoso Rabi Akiva.

FONTE: Sipurey Tsadikim Machanaim vol II pag. 1

No Comments

Post A Comment